De pai para pai: Dr. Renato Sá relata como é viver a paternidade e a medicina

No mês em que é comemorado o Dia dos Pais, Dr. Renato Sá, chefe do serviço de obstetrícia da Perinatal/ Rede D’Or aborda sobre a relação da sua profissão com a paternidade. Pai de dois filhos, um homem com 27 anos e uma menina de oito, o médico relata sobre o senso de responsabilidade que as duas funções trouxeram para sua vida. “Nos tornamos mais solidários com as demandas dos pais, em especial nas situações atípicas. Nesses momentos ficamos sensíveis e o lado pai caminha junto com o médico”, explica. A profissão também lhe deu a oportunidade de presenciar a mudança de comportamento dos homens em relação ao nascimento do bebê. Para ele, participar ativamente do cuidado da gestação e se envolver ao máximo no seu papel de pai e parceiro é uma maneira de permitir que esse momento fique mais fácil e agradável. E Dr. Renato tem percebido essa presença cada vez mais constante.

Autor do livro “Pai Grávido”, lançado em 2019 pela editora DOC, o especialista deixa claro em sua obra que a participação do homem é fundamental para formação do novo ser que chega ao mundo, muitas vezes, dando forma a uma família. “No passado, aquela imagem do homem fumando na sala de espera dos hospitais enquanto a mulher dava a luz, era bem representativa de como os homens se envolviam nesta questão. Hoje tudo mudou, para melhor no meu ponto de vista” O médico explica que atualmente o pai participa ativamente de todos os momentos da gravidez, desde o parto, cuidado dos filhos, assumindo responsabilidades e dividindo tarefas para o equilíbrio harmônico, e em especial para um bom relacionamento com os filhos. “Os ganhos emocionais para os pais foram muito relevantes. Eles fazem questão de estar nas ultrassonografias e se emocionam, muitas vezes, mais do que as mães”, pontua.

Mas para ele como é ser pai? O médico acredita que a melhor parte dessa função é toda emoção por traz de cada passo. “Não só pelo nascimento, mas por cada uma das conquistas que compartilhamos com nossos filhos. Seja ela uma paternidade típica ou atípica, cada etapa vencida pelos nossos filhos nos encoraja e motiva”. E quando perguntamos qual conselho ele daria de pai para pai, Dr. Renato é enfático: “Viva cada momento da gravidez, do parto e do cuidado do filho com bastante intensidade, pois eles são únicos e inesquecíveis”.

Dr. Renato Sá, responsável pela obstétrica da Perinatal – CRM 5251923-2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: