A importância do pré-natal na identificação e tratamento de complicações

A maioria das gestações evolui sem complicações – tanto para a mãe quanto para o bebê. Porém, um número significativo de mulheres vai experimentar alguma forma de complicação durante a gestação – na maioria das vezes, com boa evolução graças ao pré-natal bem feito.

A importância do pré-natal

Existem complicações que podem ameaçar a saúde da mulher. O que o serviço de saúde faz é reduzir a possibilidade dessas intercorrências se tornarem mais graves.

Alta vigilância

Há vários anos vem sendo desenvolvido um conceito de vigilância como sistema de proteção para a mulher, que envolve uma assistência precoce em ambiente seguro.

Ao procurar um atendimento de saúde e perceber-se uma complicação potencialmente grave, todas as equipes devem ser envolvidas: enfermagem, pediatras, obstetras da Maternidade, além do médico obstetra da paciente.

Complicações da gravidez

A maioria das complicações na gestação não são prévias à gravidez, intercorrências como diabetes e problemas cardíacos são menos frequentes.

O segredo de ter bons resultados com relação à essas complicações é o diagnóstico, atendimento e tratamentos rápidos – tanto para a paciente que está em casa quando sofre algum problema, quanto para a que está internada e também logo após o parto.

As complicações obstétricas mais comuns são no Brasil:

  • Pressão alta;
  • Hemorragia;
  • Infecção.

No conceito de vigilância, a paciente tem acesso precoce, ou seja, antes que a complicação – ainda em início – se torne mais grave.

UTI e Semi-Intensiva: cuidados antes e depois do parto

Na Perinatal, nossa UTI oferece a segurança para as pacientes e equipes médicas.

UTI Materna

O objetivo é que a paciente se sinta segura em um ambiente em que está sendo observada, cuidada, protegida e tratada precocemente.

Semi-Intensiva Materna

A Perinatal inaugurou o conceito de Unidade Semi-Intensiva que são quartos normais com monitores de frequência cardíaca.

Além de seu médico assistente, a paciente também recebe assistência da equipe de obstetrícia da Perinatal, da clínica médica – sob coordenação da equipe da UTI Materno-Fetal – incluindo também a nutrição, psicologia, fisioterapia, etc. O trabalho é integrado de maneira interdisciplinar.

A ideia é atender aquelas gestantes que precisam de uma vigilância maior que outras pacientes para seguirem o curso da sua gravidez com toda a segurança.

Assistência para todas as gestantes

As mulheres que tem uma gestação normal com uma boa evolução não serem vistas de maneira diferente daquelas que tiveram alguma complicação. Na Perinatal, todas as gestantes vão receber a mesma atenção e vigilância durante todo o processo de parto e pós-parto no ambiente da Maternidade.

Temos um grupo completo de profissionais voltado para garantir que gestante tenha seu processo gestacional o mais próximo do normal, sem danos para a mãe e o bebê.

O que garante esse resultado é a vigilância próxima e constante, além do preparo para intervir rapidamente no momento que for necessário.

Dr. Roger Rohloff, Diretor Clínico UTI Materno-Fetal – CRM 52.25611-1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: