O que é laparoscopia?

Trata-se de uma técnica cirúrgica moderna que possibilita a abordagem da cavidade abdominal para a realização de diversos procedimentos cirúrgicos. Através da introdução, por uma incisão pequena, é introduzida uma ótica acoplada a uma microcâmera permitindo uma imagem ampliada em alta definição.

É realizada, quase sempre, na cicatriz umbilical e em mini-incisões na parede abdominal para a introdução do instrumental cirúrgico. Atualmente, quase 100% das cirurgias ginecológicas podem ser abordadas através desta técnica, mesmo àquelas de grande complexidade, como histerectomia, miomectomia e cirurgias de endometriose.

A laparoscopia confere à paciente um menor tempo de recuperação cirúrgica, com retorno precoce às suas atividades de trabalho. Através desta técnica obtém-se, em geral, menor tempo de internação, menos dor pós-operatória, menor risco de infecção, menor perda sanguínea no período intra-operatório e melhor resultado estético.

Principais indicações

Salpingoplastia / Recanalização tubária: uma causa muito comum de infertilidade ocorre por alterações nas tubas uterinas. Desta forma, muitas vezes, consegue-se restaurar a permeabilidade das tubas, com cirurgias para desobstrução tubária ou para recanalização (em pacientes que foram submetidas a laqueadura previamente).

Salpingectomia: retirada de toda a tuba uterina.

Ooforoplastia: consiste apenas na retirada do cisto ou tumor ovariano, quando há um benefício claro para a paciente de manutenção do ovário.

Ooforectomia: retirada de todo o ovário com o cisto.

Miomectomia: retirada apenas dos miomas.

Histerectomia: remoção de parte ou de todo o útero (técnica preferencial e mais realizada).

Tratamento cirúrgico da gestação ectópica: tratamento da gestação que se desenvolve fora da cavidade uterina.

Tratamento cirúrgico da endometriose: atualmente o uso da laparoscopia para a realização da retirada de todos os focos visíveis da doença têm se mostrado superior à técnica abdominal (laparotômica). Pois, além de todos os benefícios descritos acima, permite a visualização da anatomia pélvico-abdominal de forma definida e precisa.

Modalidades cirúrgicas

Laparoscopia single-port

Derivada da laparoscopia, porém é realizada uma incisão única na cicatriz umbilical, de cerca de 2 cm, por onde é introduzido um dispositivo com a ótica e as pinças.

O nome da técnica refere a essa única abertura da parede abdominal por “portal único” ou single-port.

Como resultado, permite uma recuperação pós-cirúrgica mais rápida, menos dor pós-operatória, menor perda sanguínea com um resultado estético excelente, visto que a única cicatriz fica “escondida” na cicatriz umbilical.

Atualmente muitas cirurgias ginecológicas podem ser realizadas através desta técnica, principalmente as de menor porte.

Laparoscopia single-incision

Esta é outra derivação da técnica laparoscópica tradicional, com a cirurgia single-incision após a incisão na região da cicatriz umbilical. Não é colocado nenhum dispositivo pelo qual as pinças e a ótica são introduzidas na parede abdominal.

Muitas cirurgias ginecológicas já são feitas por esta técnica, que exige uma equipe muito bem treinada e especializada.

Laparoscopia com mini incisão

Outra derivação da técnica laparoscópica tradicional, é a cirurgia realizada através de pequenas incisões uma para ótica de 5 mm e outras pequenas de 3 mm. Utilizada, principalmente, em cirurgias de menor porte, com maior benefício estético e menor dor no pós operatório.

Dr. Alexandre Pedrosa, coordenador do Centro de Cirurgia Ginecológica da Perinatal Laranjeiras – CRM 52.68414-7

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: